Blog

LGPD: entenda o valor e como aplicar

Ativa desde 18 de setembro de 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) exige medidas de adequação em processos, sistemas, mecanismos de segurança cibernética e em contratos com clientes, fornecedores e colaboradores.

Se 2020 foi um ano de adequação às novidades e necessidades, os desdobramentos no universo da internet não poderiam ficar de fora: não é de hoje que a segurança de dados vem sendo discutida como fundamental para a integridade das pessoas em todo o mundo e, no ano passado, as medidas legais relacionadas à proteção de dados, em vigor desde 2016, foram reforçadas.

Com diversos escândalos de vazamento de informações por empresas do mais alto escalão – sem mencionar a exposições pessoais, fica evidente a necessidade de medidas que visam assegurar a coleta, tratamento e compartilhamento de dados de terceiros. Nesse contexto, a LGPD tem como fundamento o respeito à privacidade, a liberdade de expressão, informação, comunicação e opinião sem deixar de lado a inviolabilidade da intimidade, honra e imagem – entre outras definições.

Mas, afinal: como implementar a LGPD em sua empresa?
A Inspira
preparou uma pequena lista de boas práticas que podem te ajudar nesse processo:

  1. Faça uma reunião com sua equipe e mapeie as ações internas de tratamento de dados;
  2. Desenhar quais dados se relacionam a determinado segmento e, principalmente, quem terá acesso a eles;
  3. Prepare seus profissionais para a responsabilidade do acesso à informação de seu segmento;
  4. Reveja as políticas de privacidade com toda a empresa, mesmo entre os que não terão acesso direto a informações sigilosas e/ou que possam comprometer a integridade da empresa e envolvidos;
  5. Reveja contratos com parceiros e clientes, visando garantir o cumprimento de todas as cláusulas da LGPD;
  6. Tome as providências necessárias para que o tratamento de dados esteja em conformidade com as hipóteses legais;
  7. Desenvolva um relatório de impacto sobre o assunto, assim como periódicos que acompanhem e comprovem a segurança e tratativa com os dados do seu negócio.

   Essas práticas fazem sentido para você? É importante reforçar que somente implementar novas leis não basta: é necessária a mudança de pensamento e atitude diante do compartilhamento de seus dados, assim como a conscientização, responsabilidade e confiança quando o assunto são informações profissionais.

E você? Qual a sua boa prática relacionada à LGPD?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale ConoscoAvaliação Gratuita

Estamos à disposição para conversar e entender como podemos te ajudar ou a sua organização no delicioso desafio do desenvolvimento humano.

  • (11) 97673-5180
  • (11) 97673-5180
  • patricia.pigozzi@inspiradho.com.br

SIGA-NOS